Uncategorized

Idoso empreendedor

Chegou a sua aposentadoria. O que fazer?

Chegar à aposentadoria não representa o fim da vida!

O começo da aposentadoria se parece com os primeiros dias daquelas tão aguardadas férias: sem compromisso de horário para levantar e podendo fazer tudo com calma na hora e no ritmo que quiser. Mas, quando isso se repete por vários dias, semanas e até meses, cuidado! A sensação de falta de propósito na vida pode levar à depressão ou vícios, como o alcoolismo e o tabagismo.

Parece bom demais gozar a vida e a possibilidade de nunca mais ter horários e compromissos, por mais atraente que possa parecer, mas o que o aposentado mais necessita é um jeito de colocar alguma estrutura em seus dias.

PERGUNTAS CHAVES PARA IDOSO EMPREENDEDOR

  • Você já se perguntou sobre o que fazer na sua aposentadoria?
  • Você está entre as pessoas que têm medo de encarar esse momento e fogem de decisões até simples, mas que são importantes, para aproveitar bem essa nova fase da vida?
  • Você considera o empreendedorismo na terceira idade algo arriscado?
  • Você sente-se animado em abrir sua própria empresa?
  • Você já pensou nas vantagens e desvantagens de começar seu próprio negócio com mais de 60 anos?
  • Mas será que vale a pena mesmo abrir um negócio depois de aposentado?
  • Muito bonito na teoria, mas e na prática, será que é assim mesmo?

A seguir nos aprofundaremos neste tema.

Continuar Lendo ...

Idoso empreendedor: Ramos de atividades

 

Chegar à aposentadoria obviamente não representa o fim da vida.  Haverá muito o que fazer, mesmo após 30, 40 ou 50 anos de ininterrupto trabalho diário, já que a mente continua ativa (nem sempre o corpo).

No início tem-se um merecido descanso para um completo bem-estar, sem horário para levantar, podendo fazer tudo com calma, na hora e no ritmo que quiser, entretanto, chegará um momento após dias ou quem sabe meses que a rotina deverá ser modificada, visto que a sensação de falta de propósito na vida pode levar à depressão, vícios ou propiciar doenças físicas.

As perguntas poderão ser as mais variadas mesmo após décadas de experiências acumuladas, mas por onde começar? Quais são os melhores caminhos? Será que minha experiência num ramo de atividade deverá ser a melhor opção? Ou mudar radicalmente? Será que um investimento pequeno? O retorno é rápido? Afinal, o tempo agora é fator importantíssimo.

No Brasil muitos idosos empreendedores passaram dos 55 anos e cada dia mais e mais entram no mercado do empreendedorismo. Até ano 2020 serão quase um milhão de empreendedores idosos. O número pode até parecer gigante, mas num país com quase 30 milhões de idosos, ainda há muito espaço neste imenso universo.

Assim como na época que entramos no mercado de trabalho, precisamos nos preparar: antes seria um curso de datilografia, de português e redação; hoje também será necessário aprender algumas áreas, especialmente de informática. E cursos não faltam! Planejar, estudar, atualizar são palavras fundamentais, já que a sua experiência de anos de trabalho não significa ter sucesso no novo negócio.

As áreas ou ramos de atividades estão entre as mais variadas. Algumas mais, outras menos procuradas. Veja a seguir:

Continuar Lendo ...
Página 4 de 41234