Uncategorized

Sono

 

Sono é um estado de consciência que se alterna periódica e regularmente ao da vigília, ou estado desperto, em que há repouso normal e periódico, pela suspensão temporária da atividade perceptivo-sensorial e motora voluntária.

Ele é caracterizado por um padrão de ondas cerebrais típico, essencialmente diferente do padrão do estado de vigília, bem como do verificado nos demais estados de consciência. Dormir, nesta acepção, significa passar do estado de vigília para o estado de sono.

No ser humano o ciclo do sono é formado por quatro estágios e duram cerca de noventa minutos cada um, podendo chegar a 120 minutos. O sono é importante para a recuperação da saúde em situação de doença enquanto a privação deste pode afetar a regeneração celular assim como a total recuperação da função imunitária.

Neste artigo falaremos sobre as fases do sono, quantidade de horas dormidas, perfis do sono e apneia, finalizando com sono de idosos.

Continuar Lendo ...

Aspectos Cognitivos em Idosos

 

Com o passar dos anos, ocorre um declínio natural da capacidade cognitiva, ou seja, há maior dificuldade em processar informações e transformá-las em conhecimento. O prejuízo cognitivo que pode incluir alterações da linguagem, memória, desorientação em relação ao tempo e ao espaço, raciocínio, concentração, aprendizado, realização de tarefas complexas, julgamento e habilidades visuais-espaciais. Essas alterações podem ser acompanhadas por mudanças no comportamento ou na personalidade incluindo sintomas neuropsiquiátricos.

Interferem com a habilidade no trabalho ou nas atividades usuais, representam declínio em níveis prévios de funcionamento e desempenho. No que diz respeito à área cognitiva, o declínio ocorre como um aspecto normal do envelhecimento já que é um processo biológico natural, e não patológico, caracterizado por uma série de alterações anatômicas, fisiológicas, bioquímicas e psicológicas, que acontecem no organismo ao longo da vida.

Várias capacidades cognitivas alteradas superiores às esperadas num envelhecimento normalmente podem ser indicativas de estados iniciais de demência. As situações de transição entre o envelhecimento normal e a demência têm merecido particular atenção nos últimos anos.

Saber se essas situações evoluem para demência, em particular à doença de Alzheimer, é uma das preocupações atuais nesta área.

Neste artigo falaremos como identificar o déficit cognitivo, funções mentais alteradas e como pode-se estimular a memória e outras faculdades mentais para diminuir os danos causados.

Continuar Lendo ...

Alzheimer atinge mais mulheres

 

Diferenças no cérebro e na genética podem aumentar a predisposição feminina à doença de Alzheimer, visto que costuma atingir mais as mulheres do que os homens.

No Brasil, elas representam 59% dos casos, e eles, 41%. Além disso, a doença que causa perda de funções como memória, atenção e linguagem progride mais rapidamente em pacientes do gênero feminino.

Algumas explicações:

Continuar Lendo ...

Hipertensão Arterial

 

Hipertensão arterial sistêmica, também chamada de pressão alta, é caracterizada pela pressão arterial sistólica, a pressão chamada maior, com valores superiores ou igual a 140 mmHg, e a diastólica, chamada de pressão mínima, com níveis maiores ou iguais a 90 mmHg.

A hipertensão arterial é uma doença muito comum e estima-se que no mínimo 25 % da população brasileira adulta sofra com este problema, sendo a maioria após os 60 anos. Além dos idosos, devido às mudanças do hábito de vida da população, é cada vez mais frequente o diagnóstico em jovens ou até mesmo em crianças. Atualmente, cerca de 5% das crianças e adolescentes no Brasil sofrem com a doença.

Falaremos nesse artigo sobre seus sintomas, causas, complicações e controle.

Continuar Lendo ...

Demências

 

A demência afeta mais de 50 milhões de pessoas em todo o mundo e esse número aumenta a cada 3 segundos. Mais de 10 milhões de pessoas estão vivendo com demência apenas na região das Américas.

A demência é uma doença mental caracterizada por prejuízo cognitivo que pode incluir alterações da linguagem, memória, desorientação em relação ao tempo e ao espaço, raciocínio, concentração, aprendizado, realização de tarefas complexas, julgamento e habilidades visuais-espaciais. Essas alterações podem ser acompanhadas por mudanças no comportamento ou na personalidade incluindo sintomas neuropsiquiátricos.

Interferem com a habilidade no trabalho ou nas atividades usuais, representam declínio em níveis prévios de funcionamento e desempenho. Muitas doenças podem causar um quadro de demência. Entre as várias causas conhecidas, a Doença de Alzheimer é a mais frequente. Além da Doença de Alzheimer, existem muitos outros tipos de demência.

Continuar Lendo ...
cuidar dos pais em casa

Quimioterapia e Radioterapia

 

Quimioterapia

Quimioterapia é um tratamento que utiliza medicamentos para destruir as células doentes que formam no organismo.  Popularmente, o termo refere-se à quimioterapia antineoplásica, um dos tratamentos do câncer onde são utilizadas drogas antineoplásicas. Agentes quimioterápicos também podem ser utilizados para o tratamento de doenças autoimunes, tais como a esclerose múltipla e a artrite reumatoide. Estes medicamentos se misturam com o sangue e são levados a todas as partes do corpo, destruindo as células doentes que estão formando o tumor e impedindo, também, que elas se espalhem pelo corpo.

A seguir abordaremos diversos tópicos referentes a este tratamento.

Continuar Lendo ...

Moradia na terceira idade

 

O velho ditado diz que quem casa quer casa.

Familiares de idosos se deparam com situações que podem trazer muitas discussões e brigas entre eles: alguns querem que os pais morem consigo, outros filhos acham que morarem sozinhos é melhor opção, e até há aqueles que desejam optar por um lar de longa permanência.

Morar sozinho é um direito. O Estatuto do Idoso prevê que o idoso deve ter integridade garantida pelo Estado e receber cuidados dos familiares, mas isso não significa que a pessoa perde o direito de escolha. A situação torna-se mais crítica quando idosos adoecem, já não têm o cônjuge, e seus filhos possuem muitas atividades durante o dia e têm poucas condições financeiras.

Abaixo falaremos sobre algumas opções de moradias e suas características.

Continuar Lendo ...
Página 1 de 41234